top of page
Camilla Inês BIO

About

 

 

Uma Trajetória Musical Entre Dois Continentes

 

Desde os primeiros acordes de sua vida, a trajetória musical da cantora e compositora Camilla Inês se entrelaça com a riqueza dos ritmos brasileiros e o sopro do jazz. Nascida em solo pernambucano, e de família musical, ela empreendeu uma jornada que a levou além-fronteiras, com passos marcados pela paixão pela música e pela busca incansável pela expressão artística autêntica.

Com uma sensibilidade aguçada para os matizes sonoros, iniciou sua exploração musical em 1998, imergindo nos universos do Jazz, Bossa Nova e Samba. Essa imersão foi muito mais do que um mergulho casual; o primeiro ato de uma entrega apaixonada à música brasileira em todas as suas formas e nuances.

 

Em 2011, de forma independente, deu vida ao seu primeiro álbum, "Jazzmine", um marco que não só anunciou sua presença no cenário musical, mas também foi reconhecido pela crítica e pelo público, sendo pré-selecionado em 2012 para o prestigiado Prêmio da Música Brasileira.

 

A música dessa artista não conhece fronteiras geográficas. Seus acordes ecoam além dos limites nacionais, encontrando morada em corações e estações de rádio por todo o mundo. O disco "Jazzmine" encontrou seu lar em playlists de rádios nacionais e internacionais, solidificando sua presença sonora além das fronteiras brasileiras.

 

Encontramos um capítulo especial em sua jornada. O convite generoso do conceituado compositor e produtor Roberto Menescal para compor uma de suas canções, marcando o início de uma colaboração rica e inédita, que enriqueceu seu repertório e estreitou laços musicais entre eles dois, com novas e ainda inéditas composições.

 

Reconhecida como uma destacada intérprete brasileira do Jazz-Bossa, conforme afirmou o jornal Diário de Pernambuco, a já citada artista, em 2015, viu seu álbum "The Rhythm of Samba" obter reconhecimento internacional ao conquistar o Prêmio Profissionais da Música na categoria de melhor produção executiva.

 

Este trabalho notável ecoa em diversas rádios ao redor do mundo, incluindo Japão, Estados Unidos, Canadá, Holanda, Suíça, Reino Unido, Peru, Argentina, Porto Rico, entre outros, além de ter uma presença significativa nas playlists das rádios brasileiras.

 

Não contente em conquistar apenas o mercado nacional, Camilla Inês levou sua arte além-fronteiras. Em 2017, realizou uma bem-sucedida turnê em Portugal, apresentando "A História do Samba-canção". Sua versatilidade artística ficou ainda mais evidente em 2018, com o lançamento do single "Vamos Dançar Um Bolero", uma interpretação cativante da belíssima composição de Herbert Pereira, enriquecendo-a com seu charme latino, garantindo que seus ouvintes não consigam ficar indiferentes.

 

Com colaborações que incluem nomes como  Simone Guimarães, J. Evaristo Neto e Tico de Moraes, Camilla Inês compartilha o palco com ícones da música brasileira, expandindo sua influência e alcance no cenário musical.

 

Sua música não apenas atravessou oceanos, mas também iluminou palcos ao lado de renomados artistas como Roberto Menescal, Hélio Delmiro, Maestro Spok, Orquestra Sinfônica de Brasília, e o Coro Orfeão de Leiria (Portugal), para citar apenas alguns.

 

De Inês, voz e composições têm cativado plateias tanto no Brasil quanto em Portugal, onde realizou uma inesquecível turnê em 2017, compartilhando a história do samba-canção com uma audiência ávida por sua arte.

 

O ano de 2018, marcou mais um momento de expansão artística com o lançamento do single "Vamos Dançar Um Bolero", revelando a versatilidade da artista ao interpretar com charme latino uma belíssima canção de Herbert Pereira. E assim, cada acorde, cada verso, foi tecendo a teia da sua jornada musical.

 

Em 2021, consolidou sua conexão entre Brasil e Portugal com o lançamento de seu primeiro EP autoral, "Gotas de Oceano". Produzido por Swami Jr., vencedor do Grammy Latino, este trabalho reverencia a liberdade feminina por meio de poesia e filosofia, demonstrando a profundidade e a sensibilidade de sua expressão artística.

 

Em "Gotas de Oceano", Camilla Inês presenteia seu publico com uma obra que transcende fronteiras e abraça a liberdade feminina com poesia e filosofia. Este novo capítulo, marcado pelas adversidades da pandemia, revela sua habilidade como intérprete, destreza e versatilidade como compositora.

 

A música de Camilla Inês é mais do que um som; um convite para uma jornada emocional e mergulho nas profundezas da alma humana. E em cada nota, em cada acorde, ela nos lembra que, apesar das distâncias geográficas, estamos todos conectados pela linguagem universal da música.

#

bottom of page